Número total de visualizações de página

terça-feira, 22 de junho de 2010

As escutas Inaudíveis do Sr. Sócrates




A comissão ao caso PT/TVI teve um fim inglório. Pois aferiu-se que o Governo teve conhecimento do negócio antes da data que mencionou, que o Sr. Sócrates teve conhecimento do referido negócio muito antes da data que tinha confessado.

Mas igualmente se aferiu, que independentemente do Governo e do Sr. Sócrates terem tido conhecimento do referido negócio antes das datas assumidas e pelos visados confessadas, descobriu-se que afinal ninguém mentiu.

A comissão aferiu igualmente, que houve claras tentativas, para instrumentalizar uma televisão privada por parte do Governo e Sr. Sócrates, desmentindo-os. No entanto findo o inquérito, não foi tomada nem aconselha a aplicação de medidas sancionatórias e correctivas.
Belo país este, não?

O presidente da referida comissão bloqueou o acesso às escutas, favorecendo o Governo e o Sr. Sócrates. Não permitindo que os Portugueses tivessem um efectivo e real conhecimento, dos actos políticos de bastidores levados acabo pelos visados.
E isto tudo, numa salinha da Assembleia da República. Estandarte da Democracia representativa dos Portugueses.

Em outras partes do mundo, como em muitos países da América Latina, da Ásia e até do continente Africano, tais acusações, tais indícios e tamanha falta de coragem aquando o decorrer do inquérito, seria motivo de pagode, descrédito, infâmia e seria vulgar ouvir dizer “Pois, pois, mas naquele país são todos uma cambada de corruptos.”, ou “ Pois, pois, em Portugal ninguém fazia isso, pois temos regras democráticas e um sistema judicial eficaz e eficiente.”, ou melhor “ Em Portugal jamais…jamais…”.
Pois, pois, mas em Portugal o que se diz, provavelmente é um “ Lá te safaste à custa de um entendimento que não permite o acesso ás escutas (ainda que outros, considerem de forma diferente).

E findo o referido inquérito da comissão, querem quer que “nós” é que tentamos controlar um canal de televisão privado? Querem ver…


Luís Miguel Martins

segunda-feira, 21 de junho de 2010

A caminho dos 600 membros...


O grupo "Não à criação da Discoteca Sasha Empresa Municipal E.M", vai já a caminho dos 600 membros, que uniram a sua voz numa petição de responsabilização, coerência, respeito e dignidade pela gestão dos "nossos" dinheiros públicos....

Exigimos que o Estado e os nossos Governantes Locais, considerem e respeitem o esforço dos contribuintes, das famílias e das empresas respeitando o dispêndio dos dinheiros públicos.

Exigimos que se gaste o dinheiro público, sempre em prol e em nome dos interesses e das reais necessidades da comunidade e não em bens e equipamentos supérfluos, que só servem para abrilhantar a vaidade de uns quantos.

Contamos com todo(a)s que assim entendam...

Luis Miguel Martins

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Canudos vendem-se...


Canudos Vendem-se…

Salto do 9º ano viola duplamente a Constituição da República Portuguesa:Os Constitucionalistas têm vindo a apontar a violação do princípio da igualdade e da escolaridade básica obrigatória.


O ensino Português bateu finalmente no fundo.


Não obstante o Sr. Sócrates ter arrasado com o tecido empresarial Português, ter arruinado com as finanças públicas, ter arruinado com a esperanças das famílias e dos funcionários públicos, eis que arruína o que faltava, isto é a EDUCAÇÃO.


Fruto de uma formação cívica e académica deficiente e de difícil aceitação o Sr. Sócrates, mais uma vez governa o país em prol da estatística e não em detrimento das reais necessidades.


Em Portugal a Educação tende a fomentar a balda, a ineficiência, a pouca exigência e o pouquíssimo rigor. Não nos esquecemos que este é o país em que os canudos compram-se, ou adquirem-se ao simples alcance de um fax.


Assim não vamos lá.


Assim em vez de formarmos Homens e Mulheres habituados ao rigor e às exigências do mundo contemporâneo, o país vai formar meninos e meninas habituados a comprar canudos.


Meninos e meninas, que um dia, ainda viram governantes deste país à beira mar plantado.

Luís Miguel Martins

terça-feira, 1 de junho de 2010

Dia Mundial da Criança...


Hoje é o dia Mundial da Criança.


Será que o estado tem o direito de roubar o sorriso desta criança, sabendo nós que o próprio Estado já endividou o seu futuro ????


Votos de Milhões de Sorrisos para todas a crianças deste Planeta designado de TERRA.


Que o vosso futuro deja decidido por vós e de acordo com a vossa vontade e não de acordo de uma geração anterior.
Luis Miguel Martins


Segundo o Diário Económico (01.06.2010) Uma em cada 10 Autarquias está falida.


E como está o Município de Portimão?


É este o respeito que os nossos Governantes Locais têm pelos "nossos "dinheiros públicos que são sustentados pelos Impostos que pagamos?


Quando terá fim, este modelo de desenvolvimento FALIDO ?????

Já são mais de 425 membros que exigem respeito pelos nosss dinheiros públicos


O grupo "Não à criação da Discoteca Sasha Empresa Municipal E.M", conta já com mais de 425 membros, que uniram a sua voz num pedido de responsabilização, coerência, respeito e dignidade pela gestão dos "nossos" dinheiros públicos....


Exigimos que o Estado e os nossos Governantes Locais, considerem e respeitem o esforço dos contribuintes, das famílais e das empresas respeitanto o dispêndio dos dinheiros públicos.


Exigimos que se gaste o dinheiro público, sempre em prol e em nome dos interesses e das reais necessidades da comunidade.


Contamos com todo(a)s que assim entendam...


Luis Miguel Martins