Número total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de março de 2015

A incoerência do Regime

 
O PS/Portimão votou contra a proposta do PSD/Portimão que poderia levar a uma isenção fiscal parcial  de IMI dos agregados familiares Portimonenses com residência própria e permanente e pelo menos um dependente.
 
A proposta final do PSD/Portimão propunha:
 
a) Levantamento de estudo de impacto social, de forma a aferir quantas famílias portimonenses poderão beneficiar desta redução excepcional de IMI;
 b) Levantamento de estudo de previsão de aumento da receita de IMI para 2015;
 c) Que o estudo seja remetido para os partidos com assento na Assembleia até Agosto, pois o orçamento de 2016 por força legal será discutido em Setembro de 2015.
 
Acresce que:
Além da bancada do PS ter votado contra a proposta apresentada pelo PSD, a bancada Socialista na pessoa do seu líder reconheceu mérito e oportunidade à mesma proposta que votaram contra e mencionou que iriam propor à Sra. Presidente de Câmara que avance com o estudo proposto.

 
Votam contra, mas reconhecem mérito …
 
Votam contra, mas propõem à Sra. Presidente que avance com a mesma …
 
A incoerência é total
Resumindo a posição do Regime é: Não, Sim, Talvez

Luís Miguel Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.