Número total de visualizações de página

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Novos Rumos, Velhos Hábitos ...


 
 
Vivem-se tempos de crise.
Não existe dinheiro para nada.
O tema “ despedimentos “ quer se queira ou não está em cima da mesa e, perdoem-me a frieza, será inevitável.
E no meio disto tudo, alguém consegue compreender, como a EMARP contrata por 25.000,00 € a Universidade de Faro, para fazer “ um estudo de viabilidade económico-financeiro e racionalidade económica para a constituição da EMARP numa empresa intermunicipal com Lagoa ”, quando a título de exemplo a Portimão Urbis tem “ paletes “ de economistas e gestores com vencimentos principescos e com falta de trabalho… habilitados a fazer o estudo contratado.
E que tal em vez de se deitar 25.000,00 € à rua, que não se tem, colocarem essa gente a trabalhar,
 
Ou,
Contratou-se a Universidade de Faro, somente porque o recentemente nomeado Presidente da Assembleia da EMARP, que ia na lista dos Socialistas, por lá ministra umas aulas ?????

 

Luís Miguel Martins

1 comentário:

  1. Relativamente aos despedimentos, gostaria muito, mas mesmo muito, de conhecer o contrato PAEL+ restruturação financeira, bem como o processo do visto prévio com o Tribunal de Contas, tão escondidinhos que eles andam.
    Caso ocorram despedimentos, qual será o destino classificativo das palavras da Dra. Isilda Gomes a trabalhadores do município durante a última campanha eleitoral: “ Podem confiar em mim porque eu não os deixarei ficar mal”?

    Relativamente ao estudo de viabilidade económico-financeiro e racionalidade económica para a constituição da EMARP numa empresa intermunicipal com Lagoa, queria deixar aqui, em primeira mão, a conclusão que esse estudo irá ter: “A Intermunicipal é económica e financeiramente muito viável e a decisão de a constituir é um acto de racionalidade económica inquestionável”. Q.E.D.
    Em caso de dúvida, por favor confrontem com a conclusão do estudo quando este for realizado e oficialmente apresentado.

    Fernando Vieira

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.