Número total de visualizações de página

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Portimão Urbis chuta para canto ...

 
O Administrador do Confessionário de Portimão, na qualidade de autarca intentou requerimento em 16 de janeiro de 2014, dirigido à Exma. Sra. Presidente da Câmara a questionar a Exma. Sra. Presidente da Câmara Municipal e o Conselho de Administração da Portimão Urbis, qual a motivação factual e legal, para as facturas, no valor de 12.642.704,69 €,  infra descriminadas, só agora ( em 2014 )terem sido submetidas ao plano de pagamento do PAEL e o porquê da sua data ser de 31.08.2013.
A Portimão Urbis, chuta para canto, responde bugalhos quando lhe perguntam alhos e responde da seguinte forma:
Resposta da Portimão Urbis fielmente transcrita:
“ Relativamente ao assunto em epígrefe cabe-nos a esclarecer que as facturas abaixo referenciadas foram emitidas em Agosto de 2012, na medida em que na sua maioria, exetuando as factuas n.º 1195500032 e 119550042 que são referentes ao exercício de 2011 ( valor apenas apurado em 2012 ), são referentes ao exercício de 2012.”.
Sobre a motivação factual ???
Sobre a motivação legal ???
A razão das facturas de 2012 só surgirem em 2014 ???
Nada… rigorosamente nada…
 
As outras questões deixo para o(a)s meus/minhas amigas, mas eu por mim vou solicitar cópia das ditas facturas e exigir cabal resposta às perguntas efectuadas e reunião com a Sra. Presidente da Câmara e com o Sr. Presidente do Conselho de Administração da Portimão Urbis.

 

Luís Miguel Martins
 

4 comentários:

  1. Se dúvidas ainda houvesse, a resposta denota claramente uma tentativa de ocultação. Quem oculta ...
    Para que serve esta facturação já o sugeri em post anterior. A minha grande curiosidade é sobre o que "raio" andaram eles a facturar no valor de 12,6 milhões de euros, repito milhões de euros?!
    Aguardemos.

    Fernando Vieira

    ResponderEliminar
  2. Já agora uma nota: Segundo é dito, as facturas 32 e 42 serão relativas a 2011. A primeira e a última da série.
    Curioso.

    Fernando Vieira

    ResponderEliminar
  3. Existem muitas curiosidades alarmantes.

    ResponderEliminar
  4. 12.642.704,69 € num só mês, num único dia, é muita fruta.

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.