Número total de visualizações de página

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Tática do Regime: Chutar para canto





É notório que as publicações do Confessionário de Portimão, causam embaraço ao Regime instalado em Portimão e a todos os seus apaziguados.
Obviamente que O Confessionário de Portimão e o seu Administrador irão continuar a fazer chegar aos Portimonenses determinados factos que o Regime oculta e se julga serem pertinentes, e nem convites ou propostas recusadas nos farão parar…
Mas mais incómodo, ao Regime provocam os requerimentos sobre acesso a determinados processos e sobre a facturação. No que a estes temas diz respeito, não tenhamos dúvidas, nem sejamos ingénuos ou o Regime não responde ou chuta para canto, responde ao que não foi perguntado ignorando as questões que o podem ferir de morte.
Novos Rumos…
Não…
Velhos hábito.

 

Luís Miguel Martins

2 comentários:

  1. Se tudo fosse feito dentro da legalidade, transparência e boa gestão pública, nunca existiriam quaisquer embaraços.
    Convém nunca esquecer que a gestão municipal deve estar sempre sob o escrutínio dos munícipes.
    Era mesmo muito bom que não houvesse necessidade de "confessionários de portimão".
    Perante os factos, são indispensáveis, repito indispensáveis, para que os munícipes não possam ser mantidos na ignorância "do pão e do circo".

    Fernando Vieira.

    ResponderEliminar
  2. Inteiramente de acordo, amigo F. Vieira.

    Luís Miguel Martins

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.