Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Manifestação hoje em Portimão II


O desrespeito do Regime para com os profissionais que lhe prestam serviços é gritante.
Não se admite nem se pode aceitar que existam vencimentos em atraso nas escolas. A Direcção Regional da Educação já em devido tempo transferiu para os cofres do Município as verbas relacionadas com os vencimentos dos professores das atividades extra curriculares.
O Regime por sua vez gasta o dinheiro que já tem destino e dono em festas, fados e outros eventos supérfluos.
Esta situação faz-me lembrar as palavras de um Ministro do Regime durante a reunião de Câmara “ Dinheiro entra aqui e fazemos a gestão como nós entendemos.”.

Luís Miguel Martins

6 comentários:

  1. Aposto que os vereadores do partido sociaista não têm os ordenados em atraso. VERGONHA.

    ResponderEliminar
  2. Pais, professores só faltam os fornecedores.

    ResponderEliminar
  3. Isto vai acabar mal, ai vai.
    O mais engraçado é que da Câmara não sai um comunicado, ninguém dá a cara, ao invés mandam um “Boy” que com ar preocupado lá tenta acalmar as coisas.

    ResponderEliminar
  4. senhor martins gostava de saber se a camara vai dar o cabaz ao trabalhadores porque ja ouvi dizer que nao vao dar por favor se poder exclarecer esta duvida iria agradecer muinto

    ResponderEliminar
  5. Caro anónimo das 14:40,

    A questão que coloca não é de resposta fácil. Sei que o executivo como todos os anos ordenou aos serviços que levassem a cabo a preparação dos cabazes de Natal. No entanto tal tarefa até há bem pouco tempo não estava a ser fácil, tendo-se verificado uma dificuldade a rechear o referido cabaz, pois fui contactado pessoalmente por 2 fornecedores e o Confessionário foi contactado por outro, que me informaram que só estavam dispostos a vender determinados bens e equipamentos ao Município caso o Município pague em 90 dias.
    Porventura isto explica a razão de tantos fornecedores terem sido contactados, nomeadamente fora de Portimão.
    Cumprimentos.
    Luís Miguel Martins

    ResponderEliminar
  6. "Dinheiro entra aqui e fazemos a gestão como nós entendemos."
    Eis o exemplo acabado da pesporrência destes cavalheiros que nos governam.
    Esqueceram-se que apenas ocupam esses lugares por mandato popular?
    Irão ser julgados por tudo aquilo que fizeram!
    Não sentem que esse dia esta' a chegar? A verdade aproxima-se a passos largos!
    Como sempre acontece. Mais cedo ou mais tarde.

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.