Número total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Nacional 125 ainda é a “Estrada da Morte”


Hoje é um dia triste para o Algarve, pois mais uma vez a N125 ceifou uma vida. Desde o início do ano, nove (9) pessoas já perderam a vida na estrada nacional 125, conhecida até há bem pouco tempo em toda a Europa como a “estrada da morte”.


Temo que com a implementação em Abril próximo das portagens na A22 se verifique uma fuga do tráfego para a N125 e com isso se verifique um aumento de acidentes que coloquem em risco a vida dos Algarvios a daqueles que nos visitam.


Depois já “aceitação” das portagens levada a cabo pela EMAL com voto favorável de todos os Presidentes de Câmara da região Algarvia, é hora de em nome das suas populações redimirem-se e tomarem através da AMAL uma tomada de posição que não permita a implementação das portagens na A22, na medida em que a N125 não é alternativa para ninguém, mas sim um risco para a vida dos seus transeuntes.


É um caso de saúde pública, pois a vida dos Portimonenses e de quem nos visita corre sérios riscos na N125.

Não se calem…

Luís Miguel Martins

1 comentário:

  1. Caro Miguel...dado o facto de que a teimosia dos nossos governantes a a vontade de amealharem mais uns cobre , e tendo em conta de que por toda a via do infante já estão a ser preparadas as fundações de suporte em cimento para os portais de pagamento, acho que já não há volta a dar...infelizmente, a população fala , fala, mas o 25 de Abril já vai longe e as pessoas tornaram-se acomodadas ás situações...falar não basta...e agir o povo já não quer... :-(

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.