Número total de visualizações de página

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Portimão Urbis E.M converteu-se em aldeia de Juristas/Advogados



A Portimão Urbis E.M é ume entidade que conta nos seus quadros com juristas, não obstante esse facto contratou mediante contrato prestação de serviços os préstimos de mais 3 juristas e um solicitador, tendo ainda a possibilidade de usufruir gratuitamente dos excelentes serviços técnico-jurídicos da Câmara Municipal de Portimão.


Não satisfeita, a Portimão Urbis E.M contratou em finais do ano passado uma sociedade de advogados de Lisboa para lhe prestar apoio jurídico pela módica quantia de 50.000,00 €.. conforme se pode constatar em: http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=196500&lk=srch

Eis que não, mas já se confundindo a Portimão Urbis E.M com uma pequena aldeia de juristas e Advogados, a mesma contrata no inicio de 2011 o apoio jurídico de mais uma sociedade de Advogados de Lisboa, pela módica quantia de 60.000,00 €, conforme se constata em : http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=213535&lk=srch.


O mais grave, é que em Portimão existe um Instituo Superior que ministra o curso de Direito e de Solicitadoria, mas ao que parece o Executivo Socialista ignora tal facto, pois opta constantemente por contratar apoio jurídico fora do Algarve em detrimento do existente na nossa cidade.


No entanto uma questão se coloca: Será que o Executivo Socialista carece assim tanto de contratar apoio jurídico derivado às acções contenciosas intentadas pela oposição, ou pelo incremento de outros processos que derivaram de outras tantas denuncias ? Será ?

Luís Miguel Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.