Número total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de março de 2011

A Verdade está aqui.


Utilizam os mais cobardes e mais vis um Blog designado de Portimonense 1914, para disfarçar a situação lamentável a que as finanças municipais chegaram e o descontentamento generalizado na comunidade de Portimão, bem como para “tentarem” atacar a minha pessoa e as diligências efectuadas enquanto autarca, termos em que em jeito de resposta alego o seguinte:





1. Alego “tentaram” na medida em que actuei somente sob o rigor e a responsabilidade das competências enquanto autarca da Assembleia Municipal, dentro da Legalidade e em conformidade com o regimento;

2. Na qualidade de autarca além desta temática outros requerimentos foram peticionados pela minha pessoa, totalizando mais de uma centena no total desde a tomada de posse;

3. Lamento que o referido Blog novamente tente politizar o nome de uma instituição quase centenária num combate claro e unicamente politico;

4. Afirmo e reitero a minha conduta, de ter questionado ao Sr. Presidente da Câmara de Portimão tendo peticionado sobre “O custo total, qual o procedimento adoptado para a despesa e cópia das facturas e recibos do pagamento das mesmas.”, porque a minha função enquanto autarca da Assembleia Municipal consiste em fiscalizar.

5. Confirmo que o refiro Blog teve acesso ao meu requerimento de forma flagrantemente ilegal e anónima, termos em que o mesmo foi publicado enquanto ainda se encontrava em fase de inquérito, isto é sob sigilo administrativo, e não existe, porque já aferi, requerimento a peticionar cópia do mesmo;

6. Confesso que sou sócio do Portimonense à cerca de 4 anos unicamente para auxiliar o clube local, pois sou sócio e adepto do Glorioso vai para 25 anos;

7. Afirmo que nunca disse ou escrevi que o Município Portimão não deveria auxiliar o clube ou seus sócios. Desafio mesmo todos a apresentar prova em contrário;

8. Lamento a cobardia que impera nos comentários de todos os que sob o anonimato comentaram esses factos;

9. Afirmo que só escrevo e comento sob o sufrágio do meu nome, ando de cabeça erguida e jamais me curvarei perante alguém ou algum emprego/financiamento;

10. Afirmo que a denuncia que deu origem ao processo crime de Peculado foi intentada pela IGAL ( Inspecção Geral Administração Local ) no uso das suas competências próprias.

11. Confirmo que continuarei a exercer a minhas competências, legalmente atribuídas e tipificadas e questionarei, sempre em sede própria, o que for questionável.





Luís Miguel Martins

2 comentários:

  1. ASSIM MESMO É QUE SE FALA!
    MBREIS

    ResponderEliminar
  2. A fraca qualidade da nossa democracia exige a tua presença num qualquer lugar de topo na estrutura político-administrativa que resultar das próximas eleições legislativas.
    Escrevendo tão mal como o fazes e suscitando questões tão importantes como os mil e poucos euros que a Câmara gastou num apoio ao Portimonense (em rigor, o apoio foi antes prestado aos portimonenses), estás de facto na calha para uma alta nomeação.
    Que tal na nova P.I.D.E. (leia-se Políticos Interessados na Defesa da Estupidez)?

    ResponderEliminar

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.