Número total de visualizações de página

terça-feira, 19 de julho de 2011

17 espaços comerciais encerrados em apenas 500 metros


Hoje numa pequena caminhada entre o Tribunal e o domicilio profissional do Administrador do Confessionário de Portimão, contabilizei 17 ( Dezassete ) espaços comerciais fechados. 17 espaços comerciais onde outrora existiam estabelecimentos, empregos e criava-se riqueza, foram substituídos pelo desemprego, falência/insolvência e estagnação económica., que espelha bem o que tem sido a gestão do regime vigente.
Uma gestão que abandonou o centro e o comércio de Portimão, uma gestão que arruinou o comércio tradicional e vendeu-se aos interesses das grandes superfícies, cujas fortunas sacadas em jeito de monopólio nem dormem na cidade de Portimão, pois adormecem nas contas bancárias de onde são oriundas, em detrimento da defesa dos interesses dos empresários da terra e que nela investem.

Luís Miguel Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Por motivos que se prendem com a falta de ligação entre os comentários e os Post colocados e outros, doravante todos os comentários serão previamente considerados.